WGSN@SPFW – impressões sobre o futuro

WGSN@SPFW

Por Ariela Ranielly

Semana de moda a todo vapor e vários eventos acontecendo na cidade! Entre eles a 21° edição do WGSN@SPFW, evento sobre as macro tendências de moda e varejo nacional e internacional, realizado duas vezes por ano, paralelamente ao início do SPFW. As palestras foram realizadas nos dias 01 e 02/04, no Cinemark do Shopping Iguatemi. Estive lá ontem e adorei! Por isso gostaria de compartilhar algumas impressões sobre tendências aplicadas ao varejo com vocês, vamos lá?!
O tema que norteou o conteúdo apresentado foi “Utopia da Informação” e a prévia no site já adiantava o assunto:

“A internet de modo geral, principalmente a dinâmica das redes sociais, produz uma infinidade de dados por segundo, o que chamamos de big data. Ao mesmo tempo, é difícil e demanda tempo entender, filtrar, combinar, e interpretar essa informação. Acesso a ela dá poder, mas seria fantasia, ou utopia, acreditar que isso é tudo”.

Vou (tentar) contar rapidinho um pouco do todo antes de entrarmos no foco deste post, ok!
Foram apresentadas três macro tendências para estação: Social Superheroes, Data Divination, Everyday Utopia. Cada uma delas se divide em outros micro temas, mas vou fazer um resuminho do geral para não me estender muito!

SOCIAL SUPERHEROES

“A incapacidade de economias e governos atenderem aos desejos essenciais dos indivíduos” desperta o herói que existe dentro de cada um de nós! Já não é possível ficar calado perante as injustiças e por isso as pessoas começam a “quebrar o ciclo de autismo social e individualismo” para abraçar a comunidade e mudar seu meio com as próprias mãos. É o “desejo de viver e não apenas sobreviver”!
Palavras chaves: Engajamento, comunidade, heróis sociais, transformação, conexão, capitalismo social.

DATA DIVINATION

“Em 2020, a quantidade de dados armazenados poderá ser 50 vezes maior do que era em 2010”. “O impacto dos dados na economia mundial será de duas a três vezes maior do que o da Revolução Industrial”. Dentro deste contexto surge a necessidade de “histórias humanas se ligarem aos números”. O equilíbrio entre tecnologia e contemplação, mente e coração, será fundamental. “O futuro será guiado por números e alimentado por intuição”.
Palavras chaves: Data, excesso de informação, biohackers, digital, biológico, intuição, equilíbrio.

EVERYDAY UTOPIA

“Mais amor, por favor.” O mundo esta carente de afeto e por isso “construímos nossas próprias utopias na realidade mundana”. “Buscamos pequenos paraísos no dia a dia”. Tiramos os excessos e deixamos apenas o que é essencial, assim o “amor ressurge como combustível da contemporaneidade”.
Palavras chave: amor, essência, aventura, verdade, transparência, coletivo, simples, reLOVtion

Agora, vamos falar de VAREJO…

Selecionei 3 tópicos que mais me chamaram a atenção, são eles:

Curadoria

Dentro deste contexto de big data e excesso de informação será necessário orientar e direcionar o cliente cada vez mais. Quando o consumidor se depara com muitas opções a escolha fica mais difícil e a compra não se concretiza. Menos é mais! Produtos selecionados deverão ser destacados e sinalizados para o consumidor no ponto de venda. Esse é o raciocínio por trás da curadoria, conceito emprestado das artes plásticas.

curadoria

Foto: reprodução

Showrooming

Já falamos AQUI como os smartphones revolucionaram o consumo, e uma das coisas que ele permitiu foi que o consumidor pesquisasse preços na hora da compra, em tempo real, de dentro da loja física! (Uma maravilha, não?!) O cliente também pode testar os produtos na loja e depois pesquisar preços e comprar on-line. Esse fenômeno, conhecido como showrooming, pode ser visto como uma oportunidade para o lojista que, se tiver uma equipe preparada e treinada, pode converter cliente “visitante” em comprador. Além de conectar estratégias de venda on e off-line e proporcionar uma ótima experiência de compra.

showrooming-pic1

Foto: reprodução

A Era da Contradição

Vivemos em uma era de contradições e paradoxos. Trabalhamos muito para ter acesso a “coisas”, materiais ou não, ao passo que queremos mais tempo livre para estar com a família e com os amigos. A simplicidade virou produto de luxo. O tempo virou produto de luxo!
A artificialidade perde força e o que é natural, verdadeiro, ganha espaço. O “low” é “hight” e o “pop” é “cool”! Produtos, marcas e campanhas reproduzem cada vez mais esse cenário!

Mc Donald's-Moschino-jeremyscott

Mc Donald’s meets Moschino | Jeremy Scott
Foto: reprodução

Chanel-desfile-supermercado-14

Desfile Chanel inverno 15 simulando um supermercado
Foto: reprodução

kate Winslet e Scarlett Johansson para Vanity Fair

Kate Winslet e Scarlett Johansson sem maquiagem para a revista Vanity Fair.
Foto: Vanity Fair | divulgação

Texto inspirado nas palestras de:
Letícia Abraham – Diretora de pesquisa e planejamento da Mindset | WGSN
Camila Salek – Sócia fundadora da Vimer Experience Merchandising

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s