O poder da vitrine

o-poder-da-vitrine-WVC-061014

por Ariela Ranielly

Eu poderia escrever este texto de duas maneiras: uma delas expondo estatísticas e números que mostram o quanto uma boa vitrine pode aumentar as vendas e impactar nos resultados e a outra mostrando como a vitrine pode encantar e envolver o consumidor fazendo com ele deseje fazer parte do universo da sua marca! Confesso que – apesar da incontestável importância dos números – prefiro a segunda!

Então vamos lá! Não vou ignorar o fato de que as pesquisas apontam que a vitrine influencia até 85% das vendas de uma loja e que investir em uma “boa” vitrine pode aumentar em até 40% os resultados de um ponto já existente[1]. Mas o fato é que a vitrine é responsável por um envolvimento muito mais sutil e importante com o consumidor uma vez que a mensagem que ela emite atua no âmbito do inconsciente, das emoções e dos sentimentos.

Esses quadriláteros de vidro e concreto são pinturas em 3D que revelam a alma da marca. São o ponto de contato mais importante com o shopper que enxerga ali o produto oferecido, as tendências e as cores da estação, o conceito daquela coleção… mas, além disso, fica projetado ali o desejo de fazer parte daquele universo em especial, de pertencer àquele sonho.

Neste sentido somos todos um tanto quanto voyeurs observando nosso objeto de desejo pelo vidro transparente que nos incita e nos limita até que a decisão de obter aquele produto – que pode ser concreto, ou seja, o produto em si ou abstrato: emoções e sentimentos – se realize.

Só que todo esse processo é muito rápido e a ilusão se desmancha no ar com a mesma intensidade que se forma, por isso é preciso cuidar deste espaço com muita dedicação e mantê-lo sempre pronto para a visita do próximo voyeur.

A vitrine é o cartão de visitas da empresa, mas mais do que isso ela responsável pelo ENCANTAMENTO que sua marca desperta no consumidor, fazendo com que ele escolha você e não seu concorrente! Pense nisso quando se pegar pensando que o dinheiro que você vai destinar para produzi-la é um “custo muito alto”. Muito pelo contrário, ele deve ser visto como um “precioso investimento”.

Aproveite para reler nossas 5 dicas para ter uma vitrine atraente e vendedora.

[1] Dados disponíveis em: ESPM | ABEST

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s