4 Contribuições do VM para uma loja mais eficiente

foto de capa

Por Ariela Ranielly

Como já falamos aqui, o Visual Merchandising diz respeito a apresentação visual do produto e, consequentemente, a construção de uma experiência de consumo mais agradável e descomplicada.
Entenda melhor como a aplicação estratégica do VM pode contribuir para que seu ambiente de venda se torne mais eficiente:

1. Capta a atenção do consumidor
Você tem apenas 03 segundos para chamar atenção do shopper num mercado saturado de concorrentes com produtos similares ao da sua marca. Por isso uma vitrine bem composta, limpa, bem iluminada e com uma decoração atrativa é de fundamental importância para causar uma primeira impressão adequada e destacar seu negócio, além de oferecer uma breve visão do que o consumidor encontrará dentro da loja.

Vitrine-capta-a-atenção-do-consumidor

Criatividade e ousadia são boas receitas para destacar-se na multidão. Patrizia Pepe, 2015. Prada, 2015. Moschino, 2013.

2. Facilita o acesso ao produto
O cliente precisa interagir com o produto: senti-lo, tocá-lo, visualizá-lo com facilidade e uma boa estratégia de exposição de produtos ajuda a adequar a realidade do PDV a expectativa de experiência de consumo do shopper. Os itens a venda devem estar ao alcance do olhar e do toque do consumidor, a sinalização da loja deve ser clara e eficiente e a circulação no espaço de venda intuitiva e livre de entraves.

Facilita-o-acesso-ao-produto

Consumidores evitam corredores estreitos.

3. Assessora a compra
Na maioria das vezes precisamos ensinar o consumidor a usar nosso produto e, principalmente em lojas de autosserviço – na qual não há a presença de vendedores –, o espaço da loja precisa nos ajudar nesta tarefa. Em lojas de vestuário, manequins são excelentes vendedores silenciosos que demonstram como compor determinados looks, além de motivar a venda adicional. Mas essas sugestões também podem ser oferecidas em araras, paredes e mesas cruzando a exposição de produtos complementares (chamamos está técnica de cross merchandising – falaremos mais dela em outro post).

Assessora-a-compra

Na primeira imagem (Zara) a produção do manequim “ensina” o consumidor a compor as peças disponíveis na arara ao lado. Já na segunda (Zara) as composições são sugeridas no próprio equipamento.

4. Agrega valor e fortalece a imagem da marca
A loja é um espaço de convergência entre produto, marca e consumidor. Por isso torna-se uma oportunidade única de comunicação entre estes agentes. A construção de um espaço físico coerente com o propósito e o discurso da marca (materiais, elementos decorativos, texturas, design, iluminação, entre outros) reforça ícones, símbolos e experiências relacionadas ao lifestyle do público alvo. Limpeza e organização também são fundamentais para construir uma imagem positiva!

fortalece-a-imagem-a-marca

O espirito carioca, decolado e feminino da Farm é traduzido na construção do ambiente da loja (nos expositores, materiais, acabamentos, detalhes, objetos de decoração).

Gostou das dicas? Precisa de ajuda para planejar seu projeto de visual merchandising? Deixe um comentário ou entre em contato conosco!

3 Comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s