Dicas de exposição de produtos para pequenos espaços

Sybarite-Architects-FitFlop-concept-fresh-cool-retail-design_02-1200x715

por Ariela Ranielly

Temos trabalho ultimamente com muitas lojas pequenas, com restrição de espaço para exposição de seus produtos, contexto muito distante das grandes redes de lojas que vemos como cases de sucesso em visual merchandising por aí.
Poucos metros quadrados e mal aproveitamento do espaço acabam fazendo parte da realidade da maioria das micro e pequenas empresas, que enfrentam um desafio grande para expor seus produtos de maneira atrativa e eficiente. Por isso resolvemos compartilhar aqui algumas estratégias para ajudar solucionar esta questão!

Limpeza e organização

São fundamentais para o funcionamento de pequenos espaços. A organização visual auxilia o consumidor a ter foco e a perceber a variedade de produtos que a empresa oferece. Por isso é importante agrupar produtos por afinidade (produtos similares) ou complementaridade (produtos que se complementam no uso), afim de orientar o consumidor e conduzi-lo pelo espaço da loja.
Evite deixar pilhas de produtos desorganizadas após o atendimento em balcões e/ou provadores e conserve a região do caixa sempre livre de bagunça e caso tenha produtos de compra por impulso nesta região mantenha-os sempre repostos e organizados.
Mantenha a loja sempre limpa, sem poeira e fique atento para o desgaste de mobiliário! Uma loja precisa de manutenção constante!

Mobiliário modular e flexível

Quando o espaço é restrito seu aproveitamento precisa ser muito inteligente. Por isso opte sempre por equipamentos flexíveis que possibilitem mudanças periódicas de layout. Desta forma será possível apresentar uma nova configuração do espaço para o seu consumidor pelo menos a cada troca de coleção. Mudança significa novidade! E isso é muito positivo pois desperta o senso de curiosidade fazendo o cliente permanecer mais tempo na loja. Maior tempo de permanência = a aumento nas venda$$!
Um layout de loja flexível também favorece a adaptação do espaço ao tipo de produto disponível no momento, assim quando um item está em falta ou sai de linha é possível preencher o local dele com outras alternativas.

Rotatividade

Muitas vezes ficamos presos a ideia de que precisamos ter todos os produtos – e suas variantes – expostos na área de vendas, afinal estamos acostumados a ouvir aquela famosa frase “produto no estoque não vende”! Claro, se o consumidor não vê, não sabe que existe, consequentemente não compra. Mas se a loja estiver a abarrotada de produtos a probabilidade do shopper (consumidor) não enxergar grande parte deles, mesmo expostos, é tão grande quanto. Por isso sugiro que se faça uma seleção do mix de produtos. Trabalhe com eles no salão de vendas por um período (de 15 dias a 1 mês) depois troque-os pelos que estavam guardados e assim consequentemente. Vá fazendo o produto girar. Isso favorece a exposição, que estará menos sobrecarregada e confusa, e faz parecer que a loja sempre tem novidade!

Estoque impecável!

Para que a dica anterior funcione é imprescindível ter um estoque impecável: organizado, setorizado e sinalizado. Se essa não é a realidade do seu negócio, comece por aqui! Caso contrário nenhuma estratégia vai funcionar corretamente. Treine sua equipe para conhecer o estoque como a palma da mão.

 

Gostou das dicas? Deixe-nos um comentário e compartilhe com seus amigos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s