Visual merchandising: o custo de investir

vm-o-custo-de-investir

Por Ariela Ranielly

Quanto custa um bom trabalho de visual merchandising e o que ele traz de retorno para o seu negócio?

Falar de dinheiro é sempre um assunto delicado, principalmente quando só ouvimos falar em crise, recessão, alta do dólar e… Enfim, um cenário muito desanimador. No entanto, precisamos, mais do que nunca, entender como usar nossos recursos para gerar melhores resultados e passar – sem desmoronar – por essa tempestade.

Não sou nenhuma economista, claro. Nem escrevo este post com a pretensão de oferecer soluções milagrosas para os problemas do varejo brasileiro. Apenas quero falar de algo que considero importante e, há muitos anos, faz parte da minha rotina de trabalho: quanto custa um bom trabalho de visual merchandising e o que ele traz de retorno para o seu negócio.

Leia também: 4 contribuições do vm para uma loja mais eficiente.

Acho importante falar sobre isso porque escuto muitos lojistas falando sobre o “custo” alto do trabalho – tanto da mão de obra quando da compra de materiais – sem fazer a conta do quanto isto pode contribuir para o crescimento do negócio.
Muitos veem a necessidade de contratar determinado serviço para melhorar a experiência do seu cliente no ponto de venda a fim de serem mais competitivos, mas não enxergam seu real valor e acabam sempre deixando para depois e dando “um jeitinho” para ir levando como dá, gastando pouco. E não percebem que “gastando pouco” deixam de “ganhar muito” e ainda correm o risco de perder espaço no mercado.

Uma boa estratégia de exposição de produtos pode aumentar as vendas em até 40% (resultado que tenho visto de perto e comprovado nestes 13 anos de profissão), além de ajudar a construir uma marca memorável, ainda assim pagar um salário de R$ 2.500,00 para um profissional dedicado a isso parece ser muito caro.
Vale lembrar que ess@ profissional, com as condições oferecidas a el@ no Brasil, precisou pagar cursos caros para se profissionalizar (infelizmente não temos cursos de formação em instituições públicas nesta área e nas particulares as opções são escassas) ou até buscar especialização fora do país. Só pra começar. Além disso, el@, na maioria vezes, trabalha fora de horário comercial – de madrugada antes da loja abrir ou à noite depois que a loja fecha – carrega peso, passa roupa, limpa prateleira…  É tipo funcionário Bombril. Tudo isso para que a loja atinja melhores resultados. Ainda assim, “custam caro” e quando a coisa aperta, são os primeiros a serem cortados do quadro de funcionários.

Há alguns anos um lojista, prospectando meu trabalho, me disse que preferia usar o dinheiro da reforma da loja (que ele considerou muito alto) para comprar mais produtos durante a coleção. Eu questiono: de que adianta ter um estoque cheio e uma loja pouco atrativa que não induz o cliente a comprar? Resultado: estoque parado, com certeza.

Vamos falar de outro exemplo bastante comum, você pode pagar R$ 500,00 ou R$ 50.000,00 por uma cenografia de vitrine (estou falando do custo dos materiais, sem mão de obra, ok). Tudo depende do seu poder de investimento e do seu objetivo. Não é só porque um projeto é feito com poucos recursos que ele não pode ser bom e eficiente, mas é preciso ter consciência que não é possível atingir o mesmo resultado estético de um projeto de R$ 50.000,00 investindo R$ 500,00. Estamos entendidos? Você pode executar uma ideia incrível com materiais mais acessíveis, mas papelão vai ser sempre papelão, não dá pra parecer metal. Esse é o problema que enfrentamos aqui: queremos comer caviar pagando preço de sardinha.

Vitrine GAP Celebrates Pride.

Uma boa ideia não precisar necessariamente de um alto investimento em materiais, mas para isso é preciso ter um bom profissional para concebê-la e executá-la. Foto: Vitrine GAP Celebrates Pride.

12 Comentários

  • Rs. Esta matéria, representa claramente o que vivo aqui em Curitiba. Estou sem trabalho. N valorizam. Acham absurdo, quando cobra-se uma vitrine por R$ 50,00(material e mão de obra), e exigem o cirque du soleil. Aqui ta bem difícil este departamento. Estou pensando em não prosseguir nesta profissão por aqui. Vc falou tudo. Um dia, passo por aí, pra ver como está o mercado em SAMPA.
    Bjos mils.
    RR

    • Obrigada por comentar Rui, o mercado realmente tem seus desafios mas tem apresentado mudanças significativas que me fazem acreditar que vale a pena continuar! Se você gosta da profissão, não desista 😉 E quando vier a São Paulo, estamos de portas abertas. Abraço.

    • Hellen Adriano

      Nossa 50?????? Tá muito abaixo seu preço, o lojista nao bota fé em um trabalho assim.

  • Hellen Adriano

    Ola Boa tarde!!!!
    Eu gostaria de um POST pra quem quer empreender no ramo, como orçamentos etc, tipo: Faço um contrato com o material que eu deixo na loja? Quanto custa construir uma vitrine com meu material? Quanto devo investir inicialmente pra começar? Onde posso pesquisar quanto as empresas estão cobrando?

    • Olá Hellen! Vamos elaborar uma matéria para tentar elucidar melhor essas questões. Não existem respostas tão objetivas, tudo depende muito do seu custo e do local onde você atua, mas podemos apontar algumas direções. Abraço.

  • Gizele Dourado

    Adorei o site, era tudo que estava precisando no momento. Ainda estudo Design de Moda e quero me lançar no mercado como Visual Merchandiser, como começar?

    • Olá Gizele! Ficamos felizes que tenha gostado do nosso conteúdo! O mercado de Visual Merchandising no Brasil é bastante desafiador, mas ao mesmo tempo muito promissor. Se você quer ingressar nesta área, se especialize e busque fazer contato com pessoas que já atuam no mercado e possam trocar conhecimento com você. Boa sorte na sua jornada e se pudermos contribuir com informações úteis, conte conosco! Abraço.

  • Boa tarde! Preciso montar uma vitrine num stand de uma Feira de Alimentos e não tenho a menor ideia de quanto cobrar. Podem me auxiliar? Muito obrigada!

  • Esclarecendo: Meu trabalho é organização de eventos e estarei coordenando o stand, mas o cliente pediu para incluir esse trabalho de montar as 2 vitrines, com os produtos a serem negociados. Obg!!

  • Olá preciso montar duas vitrines grandes externas e duas pequenas para o Natal, loja de rua em SP. Qual o valor cobrado por um vitrinista de mão de obra? Eu dou material e ele faz toda a montagem? Gostaria de ter uma base de preço para saber qual seria o investimento, poderiam me ajudar?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s