5 dicas para coordenação de araras

A boa exposição de produtos é um fator fundamental para processo de compra, ela ajuda o consumidor a visualizar melhor a oferta de itens, acessá-los facilmente e a realizar melhores escolhas. Segundo algumas pesquisas até 80% das decisões de compra são realizadas no ponto de venda, por isso é preciso que a apresentação dos produtos estimule e facilite esse processo.

Para te ajudar, separamos algumas dicas para que você organize araras de forma atraente e que ajudem a compor um ambiente comercial agradável e vendável.

1- Conte uma história

Dentro de uma loja o consumidor precisa identificar rapidamente aquilo que procura ou visualizar facilmente produtos que despertam desejo. Por isso é importante conseguir identificar, já na entrada da loja diferentes estilo, tendências e grupos de produto. Quando estiver montando uma arara pense se os produtos dispostos nela combinam entre si e juntos transmitem uma ideia de estilo ou ocasião de uso. Por exemplo, uma arara com peças pretas, tecidos finos e acabamentos metalizados pode sugerir que ali o cliente encontrará looks para noite, por outro lado, uma arara que coordena jeanswear com tecidos naturais em tons neutros, pode sugerir um estilo mais casual, com looks para o dia a dia.

visual-merchandising-exposição-araras03

A composição das cores, tecidos e acabamentos cria um visual que indica que essas peças são mais sofisticadas e adequadas para ocasiões mais formais.

2- Evite exposições lineares

Araras longas com exposição de produtos muito linear (sem quebras) são monótonas e não estimulam o cliente a olhar todos os produtos (tudo parece muito igual), por isso é importante conferir dinamismo ao espaço, intercalando exposições frontais e laterais, criando assim “interferências” que despertam o interesse e ajudam a compor o visual geral da exposição.

visual-merchandising-exposição-arara01

Perceba como as produções frontais ajudam a tornar a exposição mais interessante, além de separar diferentes grupos de produto. Foto: Pinterest.

3- Equilibre cores e estampas

Para conseguir uma exposição harmoniosa eleja uma cartela de cores para cada arara, assim você consegue contar diferentes histórias dentro da loja sem deixar o ambiente confuso. Por exemplo, você pode começar separando uma estampa ou uma família de estampas que combinem entre si e selecionar as cores das peças lisas a partir daí. Escolher 1 estampa, 2 cores base (geralmente neutros ou cores com maior volume de produtos) e 1 cor de destaque (uma cor forte, aposta da estação, em menor volume de peças) funciona bem para obter uma exposição harmoniosa e sugestiva.

visual-merchandising-exposição-arara05

As cores lisas são escolhidas a partir das cores que compõe a estampa e intercalada de maneira uniforme criando um visual limpo, organizado e sugestivo. Foto: Zara.

4- Cuidado com os excessos

Um grande volume de produtos em exposição pode ser interessante para mercados populares e em períodos de liquidação (pois dão a sensação de menor exclusividade e consequentemente de preços mais baixos), mas independente da circunstância o consumidor precisa conseguir mexer no produto. Araras abarrotadas (daquelas que quando você vai pegar um produto caem outros cinco) causam má impressão e tornam o processo de compra cansativo. Um boa dica é deixar pelo menos 2 dedos de espaço entre os cabides, assim, mesmo com maior volume, o cliente vai conseguir pegar a peça sem grandes dificuldades.

visual-merchandising-exposição-arara02

Cuidado com os excessos, veja como os cabides ficam desorganizados em araras sem espaço. Foto: google search.

5- Ofereça sugestões

Independente do segmento que você atua é sempre interessante ensinar o consumidor a como usar seu produto em diferentes situações, pois muitas vezes ele não adquiri determinado item por não saber exatamente como, quando e onde usá-lo. Por exemplo, na moda surgem muitas modelagens novas todas as estações e seus clientes, com certeza, ficariam inspirados ao visualizar dicas de como combina-las. Para isso, você pode sugerir looks em manequins próximos a arara na qual os produtos estão expostos ou mesmo criar sugestões intercalando a exposição de peças que combinam entre si. Usando essa técnica que chamamos de Cross Merchandising, além de despertar o interesse e curiosidade, você estimula a venda de itens adicionais.

Quer saber mais? Então que tal participar do nosso curso de Visual Merchandising, as inscrições estão abertas! Saiba mais aqui!

.

.

Gostou do texto? Então curta, comente, compartilhe. Só não se esqueça: esse conteúdo é autoral e elaborado com muito carinho por nós para você, então caso queira usá-lo fique a vontade só não se esqueça de atribuir os devidos créditos, combinado?!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s